Os Melhores Filmes de 2014

Top 10: Filmes de 2014 – por Lucas Fratini

Fim de ano! Aproxima-se mais uma celebração sempre em clima de reflexão pós-aposta-na-mega-sena, quando ponderamos nossa vida, o que ficou ou partiu, o que vibramos ou detestamos. Com o cinema não poderia ser diferente, claro! Em um ano em que nos minutos finais um filme protagonizou uma das maiores crises das relações internacionais dos últimos tempos – e quem diria, não foi Chaplin ou Lars Von Trier, mas James Franco e Seth Rogen – vamos aqui mais uma vez relembrar os filmes que mais gostamos no nosso tradicional Top 10.

Aos navegantes de primeira viagem, a regra é: apenas entram na lista filmes que estrearam no Brasil esse ano.

Boas festas e bons filmes!

10 – Festa no Céu (The Book of Life)

Em um ano fraco de animações, pela delicadeza e simplicidade em que pincela temas duros, como a morte, saudades, honra e tradição familiar, Festa No Céu é uma colorida e estilizada explosão de vida, que encanta enquanto pondera suas ideias ao público.

9 – Garota Exemplar (Gone Girl)

David Fincher assina mais uma obra-prima do suspense e se sacramenta como o maior diretor do gênero em Hollywood – isso se é que alguém ainda tinha alguma dúvida – equalizando Kirk Baxter, Trent Reznor e Jeff Cronenweth em suspiros e a atmosfera de tensão ideal para uma história policial.

8 – O Passado (Le Passé)

Mesmo em território estrangeio, o mestre iraniano do roteiro Asghar Farhadi viaja à França para dar luz a mais um impecável drama familiar, sem nenhuma ponta solta e reviravoltas surpreendentes, potencilazado pela excelente atuação do trio de protagonistas.

7 – Sob a Pele (Under the Skin)

Pela sorte ou azar, Jonathan Glazer se apropria do marketing anterior envolvendo a nudez de Scarlett Johanson e constrói sua armadilha vertiginosa, cujo caminho pelo labirinto da narrativa silenciosa e obscura apenas pode ser desvendado pelo próprio espectador, enquanto o diretor e a personagem o bombardeia com mais e mais e mais e mais curvas e bifurcações.

6 – Ela (Her)

Dez anos após “Lost in Translation”, Spike Jonze cria sua história de amor no tempo dos encontros e desencontros virtuais, quando a velo(z)cidade parece nos engolir e cuspir cada vez mais funcionais.

5 – Amantes Eternos (Only Lovers Left Alive)

O fascinante encontro de dois amantes seculares dá vez a verdadeira história de vampiros no século XXI, que pelas guitarras em loop e a câmera giratória de Jim Jarmush, hipnotiza e conquista o espectador do começo ao fim.

4 – 12 Anos de Escravidão (12 Years a Slave)

Um ultimato do cinema norte-americano sobre a escravidão em seu país, que já rendeu bons filmes, mas nenhum com a potência imagética e a intensidade de atuações do filme dirigido por Steve McQueen, que também demonstra todo o seu talento ao trabalhar o corpo do ator em cena, dessa vez pela dinâmica entre liberdade e exploração.

3 – Mommy

Existe um estudo que captou a reação das mães assim que escutavam seus filhos chorarem. A imediata era uma assustadora cara de raiva, como quem tranquilamente esganaria seu filhote, para suceder a doce expressão de afeto que recolhe o filho do berço e lhe oferece a proteção do colo. Mommy é sobre isso.

2 – Alabama Monroe

A dificuldade de qualquer pessoa que escreve sobre arte é se limitar a um leque de adjetivos para objetivar seus sentimentos e relações com a obra em questão. No primeiro rascunho, empilhei 19 para tentar descrevê-lo. Ainda parece uma faísca perto desse soco no peito que é Alabama Monroe, que nos nocauteia enquanto urramos de emoção.

1 – Boyhood

Richard Linklater esculpe o tempo e reúne uma pequena coleção de agoras, momentos vividos, imaginados, sonhados e desejados de nossas vidas pelo crescer de um só garoto, mas, sobretudo, os compartilhados com aquelas pessoas que passam e como era mesmo o nome daquele menino, nossa gostava tanto dele, o tempo o fez também parte de mim. Se Spinoza e outros filósofos se deglutiaram para definir o que é saudade, todos concordariam no rolar dos créditos: saudade é isso, é nossas vidas em um filme.

Autor: @lucasfratini

Leia também: Top 10 – Filmes de 2013

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s